sábado, 31 de dezembro de 2011

FELIZ 2012

“Queridos amigos, daqui algumas horas um novo ano se inicia, desejo que todos os seus sonhos se tornem realidade, que todos os seus planos se concretizem. Espero ter os nossos laços fraternos estreitados para que juntos, desfrutemos de momentos de alegria e satisfação. O melhor presente da vida é saber que não estamos sós e que podemos contar com quem gostamos e confiamos. Que o seu caminho seja sempre iluminado pela luz do amor, orientado pela sabedoria infinita e abençoado por vibrações de paz.
Este é o meu sincero desejo: FAÇA-SE FELIZ... SEMPRE!
Feliz Ano Novo!


Emerson Nunes”

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Nadal revela sua estratégia para derrotar Djokovic em 2012

Espanhol classificou temporada como positiva, mas não perfeita

O espanhol Rafael Nadal, atual número 2 do mundo, contou em entrevista ao espanhol El País a sua estratégia para derrubar o sérvio Novak Djokovic do topo do ranking.

"Devo jogar mais dentro de quadra e sufocá-lo", lamentando a derrota em Indian Wells, no primeiro encontro entre ambos no ano. "Uma vitória ali teria tirado a pressão dos outros jogos", completou.

Apesar de levar vantagem de 16 a 13 nos confrontos diretos, Nadal perdeu todos os seis duelos contra Djokovic em 2011.

"A cabeça esteve bem durante a primeira metade do ano. Não foi perfeita porque me faltou pouco nas partidas contra o Djokovic", admitiu o Rei do Saibro. No entanto, o espanhol classificou a temporada como satisfatória.

"O ano foi bom, joguei 10 finais, três decisões de Grand Slam, ganhei a Copa Davis. Tenho que jogar no meu melhor nível desde Indian Wells até Wimbledon e os Jogos Olímpicos em 2012. Além disso estou praticamente há sete anos no top 2 do mundo", lembrou.

Nadal confimou que as lesões atrapalharam um pouco o seu rendimento na temporada, mas nada que que o impeça de vencer Djokovic. "Tive alguns problemas no ombro, no pé, mas nada grave como ocorreu com Tsonga ou Del Potro", finalizou o espanhol.

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Tenistas lembram o Natal, mas não como Federer

Um cavalheiro à moda antiga e atencioso com sua legião de fãs, Roger Federer foi quem mais escreveu sobre o Natal, deixando uma mensagem em seu site - ver postagem anterior. A maioria dos tenistas cumprimentou seus seguidores, mas alguns se estenderam um pouco mais.

Novak Djokovic, número 1 do mundo ao fim de um ano fantástico, além de postar um cartão de natal em seu site, falou com os fãs neste domingo: "Feliz Natal a todos os meus e amigos em todo o mundo! Minha equipe e eu desejamos a vocês muitos lindos momentos."

Rafael Nadal cumprimentou os fãs no dia 22 pela rede de relacionamentos. "O Natal está chegando. Feliz Natal a todos!", escreveu, sugerindo a quem quisesse, como opção de presente, o calendário em prol de sua fundação.

Gustavo Kuerten, nosso tricampeão de Roland Garros, mandou mensagem em português e espanhol. "Feliz Natal, galera! Muita paz, alegria e serenidade para a família de todos. Obrigado pelo carinho sempre, beijos!". Alguns dias antes, pediu para os turistas de visita a Florianópolis que tivessem cuidado com a cidade.

Obrigada a desistir de jogar em Brisbane, para concluir a recuperação de seu tornozelo, Maria Sharapova (foto acima) curtiu o Natal em casa, com tranqüilidade. "Meu tornozelo só recentemente começou a ficar melhor e assim quero ter certeza de estar totalmente pronta para o próximo ano, sem apressar as coisas", explicou a respeito da desistência.

"Por outro lado, é véspera de Natal e vocês sabem como gosto de bancar Papai Noel! Ainda tenho alguns presentes para embrulhar. Exagerei um pouco no Grand Bazaar na Turquia, uma semana atrás, tantas eram as coisas bonitas!", escreveu em seu site oficial.

Sabine Lisicki, grande destaque do tênis feminino alemão em 2011, depois da exibição em Wu Han, na China, viajou para a Austrália e sentiu o desconforto da viagem. "O jetlag está me matando. Na noite passada, acordei no meio da noite sem saber onde estava e que horas eram", contou no dia 21. "Espero que todos vocês tenham um maravilhoso Natal com sua família e amigos! Meu Natal foi um pouco diferente do que de costume...foi na praia", contou e postou uma foto. Kim Clijsters foi bem curta na mensagem. "Bom dia, Austrália, Feliz Natal a todos!"

Leia a mensagem de Feliz Natal de Roger Federer



Dubai (Emirados Árabes) - O suíço Roger Federer não esqueceu dos seus milhares de fãs no mundo todo. O tenista de 30 anos deixou em seu site oficial uma mensagem de fim de ano direto de Dubai, onde realiza pré-temporada. Leia a mensagem:

"Queridos fãs,

Celebrar o final de temporada perfeito tem sido absolutamente fantástico e estou muito orgulhoso de ter realizado outro sonho.

Gostaria de mandar meus agradecimentos sinceros para todos vocês pelo apoio durante essas últimas semanas e meses. Tantos presentes maravilhosos, cartões, cartas e posts legais que têm chegado para nossa família nesses dias... muito obrigado!

Estou ansioso para a nova temporada com muitos momentos empolgantes e encontros com vocês em todo o mundo.

Feliz Natal e Ano Novo para todos vocês!

Roger"

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

TENIS NA TV




Para você que já anda com saudade das grandes finais de 2011 a ESPN e ESPN BRASIL estão repassando alguns jogos de 2011. Confira abaixo a programação.
Lembrando que a programação está sugeita a alteração pela emissora.

ESPN BRASIL



29/12/2011 - 07:00 horas - Tênis Internacional - Vt - Torneio de US Open 2011 - Final - Novak Djokovic X Rafael Nadal
30/12/2011 - 08:30 horas - 12/2011 Tênis Internacional - Vt - Torneio de Estocolmo 2011 - Final - Gael Monfils x Jarkko Nieminem
01/01/2012 06:30 horas - Tênis Internacional - Vt - Torneio de US Open 2011 - Final - Novak Djokovic X Rafael Nadal
02/01/2012 06:30 horas - Tênis Internacional - Vt - Torneio de Roland Garros 2011 - Final - Rafael Nadal X Roger Federer


ESPN

28/12/2011 15:05 horas - Aberto Da Australia: FINAL MASCULINA - ANDY MURRAY X NOVAK DJOKOVIC
29/12/2011 15:05 horas - Tênis Internacional : Roland Garros - Final Masculina - Rafael Nadal X Roger Federer
30/12/2011 15:05 horas - Tênis Internacional : US OPEN - FINAL MASCULINA - NOVAK DJOKOVIC X RAFAEL NADAL

Liderado por Bellucci, Brasil vai com três representantes na chave do ATP de Viña del Mar

Além do número 1 do país, Ricardo Mello e Feijão jogarão a chave principal do evento chileno que será realizado após o Aberto da Austrália, em janeiro.

Bellucci será o terceiro melhor jogador na Chave do ATP de Viña del Mar.

A temporada de 2012 mal começou e os jogadores que preferem as quadras de saibro já aguardam com expectativa o início dos torneios na superfície a partir da próxima temporada. Na semana posterior ao Australian Open, primeiro Grand Slam do ano, já acontece o ATP 250 de Viña del Mar, no Chile, evento que abre a gira sulamericana do calendário da entidade (a partir de 30 de janeiro).

A competição, que foi disputada na capital Santiago nas duas edições anteriores, terá o argentino Juan Monaco, 26º colocado, como principal candidato ao título, seguido do compatriota Juan Ignacio Chela (29º). Terceiro melhor pré-classificado, aparece o paulista Thomaz Bellucci.

Feijão será um dos três brasileiros na chave principal do ATP chileno
O atual número 37 da ATP venceu o torneio no ano passado, porém, em 2011, caiu nas quartas de final frente ao italiano Fabio Fognini. Além do seu número 1, o Brasil também contará com mais dois representantes.

Os também paulistas Ricardo Mello, 85º da lista, e João Olavo Souza, o Feijão (104º), também jogarão o torneio que distribui US$400 mil em prêmios. Na lista dos alternantes, outro jogador do estado de SP, Julio Silva aparece como 15º nome e deverá disputar o torneio qualificatório ao lado de outros nomes nacionais.

Em 2011, o campeão do torneio chileno foi o espanhol Tommy Robredo, que derrotou o colombiano Santiago Giraldo na decisão. Após Viña del Mar, a turnê pelas quadras de saibro na América Latina faz sua parada em São Paulo para a primeira edição do Brasil Open na capital paulista, a partir do dia 13 de fevereiro.

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

O melhor está de volta

Os gráficos eram bobinhos, ingênuos até, mas Grand Slam Tennis é o game de melhor jogabilidade lançado até hoje para um console doméstico. Agora, a EA Sports, que aproveitou o máximo da capacidade do Wii em 2009, dá um segundo passo e lança a segunda versão do jogo. Sai o Wii, entram o Playstation 3 (o jogo é compatível com o Move) e o XBOX 360 (sem, infelizmente, suporte ao Kinect). Mas isto é necessariamente bom?


video
O vídeo acima, divulgado em agosto, é só o teaser. Foram as primeiras imagens reveladas pela EA Sports, que promete lançar o game em fevereiro de 2012. Os gráficos agora são de outro nível, compatíveis com os das séries Top Spin e Virtua Tennis. Infelizmente, estes dois não conseguiram jogabilidade incrível nem modos online realmente cativantes. Grand Slam Tennis 2 deixa no ar a expectativa de um realismo maior.

Em outubro, a EA Sports lançou um segundo vídeo, mostrando alguns dos tenistas que estarão no jogo.



video

É aí que entra minha preocupação. Na versão para Wii, os tenistas tinham movimentos idênticos aos da vida real. Neste trailer, logo no primeiro ponto, Federer executa um backhand nada típico. É só o começo. Vários dos tenistas no vídeo mostram golpes diferentes dos originais. E os gráficos não parecem tão bons assim. Esperemos para ver o resultado final. Um terceiro vídeo (abaixo), lançado esta semana, mostra Wimbledon – até porque o game da EA Sports é o único que tem as licenças para reproduzir os quatro Grand Slams. Na próxima vez que abordar o game (depois do lançamento, imagino), falo sobre os controles – a fabricante promete um método revolucionário chamado Total Racquet Control, no qual o botão analógico da direita executará todos os golpes. Até lá.


video

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Djokovic passeia de camelo em Dubai

A preparação do tenista número 1 do mundo, Novak Djokovic, para a temporada 2012 também contou com um passeio de camelo em Dubai, onde jogará um torneio de exibição nos últimos dias deste ano. O sérvio divulgou as imagens do momento. Até toquinha de Papai Noel o animal usou!


domingo, 25 de dezembro de 2011

Nalbandian vai abrir um centro de excelência no Rio



Uma bela notícia para o tênis brasileiro: o argentino David Nalbandian abrirá, neste ano, uma escolinha no Rio de Janeiro. O objetivo é tornar o local um centro de referência. Um dos profissionais que vão trabalhar nesse novo projeto é Narck Rodrigues, comentarista do Sportv e professor de tênis e beach tennis da Rio Sport Center.

A ideia é que o espaço (em local ainda a ser definido) seja inaugurado logo após a participação do 'hermano' no Brasil Open, em fevereiro.

sábado, 24 de dezembro de 2011

FELIZ NATAL



Mais uma vez, estamos vivendo o clima ...o ambiente ...os sentimentos ... e as emoções de uma grande festa. Faltam apenas um dia para o Natal. As luzes da cidade já estão acesas. A natureza se veste de gala, ostentando luzes e cores diversas.

É o menino Jesus que vem ao nosso encontro procurando, outra vez, um lugar para nascer.
Vamos abrir espaços em nossos corações e deixemos que o Menino Deus faça dele a sua morada e realize em nossas vidas seu plano de amor. Para que, assim, o verdadeiro sentido do Natal não se perca nas trocas de presentes e algumas palavras frias e sem sentidos.

Aproveito este clima de festa para desejar a você. Um NATAL cheio de AMOR ... E de PERDÃO.

AMOR, porque é no amor que encontramos o verdadeiro sentido da vida.
PERDÃO, porque é através do perdão que damos ao amor o sentido mais pleno.

Mas sobretudo, desejo que, quando todos se reunirem para celebrar o nascimento de Cristo, você receba do céu todas as bênçãos.

E que estas bênçãos se estendam a sua família. Pois só a família é o símbolo de um Natal Feliz.

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Federer jogará com Nalbandian na Argentina em novembro



Ainda em negociações para jogar até duas exibições no Brasil, em dezembro, Roger Federer fará uma parada também na Argentina para enfrentar David Nalbandian, em novembro no Tigre, mesmo local onde foi disputada a exibição entre Pete Sampras e Andre Agassi.

A informação é do jornalista Danny Miche, de uma rádio local, dada no twitter dele (@dannymiche). Meses atrás, o blog FueBuena (@FueBuena) do jornalista argentino Jorge Viale, havia indicado que a possibilidade era boa de Federer vir ao país.

Federer também deve jogar na Colômbia em sua primeira turnê pela América do Sul. As datas para todos estes eventos não foram confirmadas.

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Nadal defende ranking de 2 anos, mas tem oposição de Federer



Rafael Nadal, número dois do mundo da ATP, declarou à agência DPA que ele e Roger Federer também são rivais agora no Conselho de Jogadores da ATP, onde estão de lados opostos quando o assunto é a criação de um novo sistema de ranking, de dois anos.

Nadal, que é vice-presidente do Conselho, defende que o novo ranking ajudaria tenistas que ficam muito tempo parados por lesão a não sofrerem danos muito grandes no ranking, enquanto Federer, que é o presidente, acredita que o novo sistema prejudicaria aqueles que buscam subir na tabela, dificultando o dinanismo nas posições mais baixas.

"Ele tem suas ideias como presidente, e eu tenho as minhas como vice. Não é que uma ideia é melhor que a outra, os dois apresentam seus pontos de vista. Eu não sou o único que deseja um ranking de dois anos, semelhante ao que acontece no golfe. Tenho o apoio de muito tenistas. Minha ideia é para proteger os tenistas de lesões. É verdade que com o ranking de um ano que temos hoje, você pode se recuperar mais rápido na tabela depois que volta da lesão, mas você também é prejudicado quando fica muito tempo fora e tem que voltar como o número 700 do mundo, como aconteceu com o Del Potro. Com o ranking de dois anos, certamente ele voltaria mais tranquilo e com um prejuízo menor", argumentou Rafa.

Nadal disse também que Federer vetou a ideia de boicotar o circuito, como chegaram a cogitar alguns jogadores como Andy Murray e Andy Roddick: "Não haverá qualquer tipo de boicote, pelo menos não por agora. Federer vetou a ideia e eu também sou contra", acrescentou o natural de Manacor.

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Sugestões de Presentes

O Natal e o Fim do Ano estão chegando, então ainda há tempo para você comprar um presentinho para aquele amigo tenista. Ou para seu colega de trabalho que simpatiza com o esporte. Ou ainda para aquele cara chato que torce sempre contra o seu tenista preferido. Ou para o cidadão que tem dificuldade de entender como o tenista preferido dele sempre perde de um certo adversário. Enfim, se você gosta de tênis, vai achar uma desculpa para comprar um presente ligado ao esporte.

Todas as sugestões podem ser compradas online. É bom explicar que as opções são mais numerosas – e divertidas – em lojas de fora do Brasil, mas o período de espera é muito maior, além de existir sempre aquela possibilidade de seu presente ser taxado pela Receita Federal. Assim, todas opções abaixo são entregues (quando for o caso) por lojas com sede no Brasil.

Este post não vale só para quem vai comprar um presente. Vocês são inteligentes o bastante para repassarem o link a quem vai presenteá-los, certo? Então vamos lá. Breve descrições de cada item estão logo abaixo da imagem.


1. Chaveiro do Guga
Bom para quem precisa comprar várias lembrancinhas. Na loja oficial de Gustavo Kuerten. Sai por R$ 10.

2. Game Tennis Elbow 2011
Não deixe o nome despretensioso nem os gráficos pouco sofisticados te enganarem. Tennis Elbow é o game de tênis mais viciante que existe. Pergunte a qualquer um que tenha uma pequena noção de tênis. O game tem o circuito inteiro, com Futures, Challengers, ATPs e Slams. A jogabilidade também é excelente. O preço não é nada salgado. Sai por US$ 24,95, no site da Mana Games, que aceita cartão de crédito internacional e PayPal. Antes de comprar, vale baixar a versão demo para testar. E sim, também tem versão para Mac.

3. Livro “A Biografia de Roger Federer”
Escrito pelo jornalista suíço René Stauffer. É uma espécie de resumo da carreira do ex-número 1 do mundo. Enquanto o próprio Federer não conta sua história, este livro, lançado com o título “O Gênio do Tênis” na versão original, é o melhor relato da vida de um dos melhores tenistas da história. Sai por R$ 39,90 na Saraiva Online. Outras livrarias também têm a publicação em estoque.

4. Livro “Rafa, Minha História”
O próprio Nadal relata sua história, em conjunto com o inglês John Carlin. Você não vai encontrar histórias picantes como as de Agassi, mas vai descobrir que o espanhol também vai para a balada até altas horas (quer dizer, isso você já descobriu na festa pós-Davis) e ficar por dentro das brigas entre ele o tio Toni. Uma ótima opção para um dos casos citados no primeiro parágrafo deste post. Está a R$ 22,40 na Saraiva.

5. Munhequeira adidas
Muita gente considera indispensável uma boa munhequeira dentro de quadra – seja para tirar o suor do rosto ou para simplesmente impedir que seu overgrip fique encharcado antes da hora. Este par da adidas é uma boa opção – especialmente se você gosta de se vestir como Murray ou Bellucci. Por R$ 24,90 na Netshoes.

6. Tênis adidas adiZero Feather
Até que a adidas lance o Barricade 7 em solo brasileiro, o adiZero Feather continua sendo a melhor (e mais cara) opção da marca – até porque a sexta edição da linha Barricade não fez tanto sucesso assim. O adiZero Feather é o modelo usado por Thomaz Bellucci. Por R$ 499,90 na Netshoes.

7. Tênis Nike Air Court Ballistec 3.3
A Nike tem basicamente duas linhas famosas. A Ballistec, calçada por Rafael Nadal, é uma delas. O modelo mais novo em disponibilidade no mercado brasileiro é o 3.3, que está saindo por R$ 449,90 na Netshoes.

8. Tênis Nike Lunar Vapor 8 Tour
A outra linha famosa da Nike – e a minha preferida – é a Vapor, que tem em Roger Federer seu garoto-propaganda. O preço é o mesmo da linha Ballistec: R$ 449,90. Também Tem na Netshoes.

9. Assinatura da TennisTV.com
Essa é para quem tem a necessidade de ver quase todos os torneios do planeta (e não quer depender da boa vontade deste ou daquele canal fechado brasileiro). O TennisTV, canal oficial de ATP e WTA, disponibiliza um pacote anual com uma lista gigante de partidas exibidas ao vivo. Basta fazer a assinatura e ver no seu computador (desde que sua conexão com a internet seja decente). O valor da assinatura é de US$ 129,95, e o site aceita cartão de crédito internacoinal e PayPal. Se você não mora no Brasil, vale conferir as FAQs no site para ver se a assinatura vale no seu país.

Não estou ganhando nada de ninguém para promover este ou aquele produto, nem esta ou aquela loja. Mas achei interessante estas mercadorias acima, dentre as tantas opções. Foi dada prefência as lojas conhecidas e que vendem online.

- A lista tem sugestões de diferentes preços, de R$ 10 a R$ 500. Afinal, cada um compra o que pode, né?

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

OS MELHORES TENISTAS DE 2011



Novak Djokovic e Petra Kvitova foram escolhidos os melhores tenistas da atual temporada. Nada de novo, já que as duas escolhas são praticamente indiscutíveis. No caso do tênis feminino, contudo, é possível argumentar que a jovem tcheca não é a número 1 do ranking. A segunda colocação de Kvitova não esconde, porém, que os feitos mais relevantes de 2011 foram dela.

O ranking, aliás, é praticamente simbólico nesta escolha – até porque são apenas 115 pontinhos que separam Kvitova de Wozniacki. O que pesa mesmo são dois títulos nos cinco eventos mais importantes do calendário. Wimbledon e o WTA Championship.

Deixemos Istambul de lado por um segundo. Kvitova ganhou Wimbledon, “o” Slam. Um torneio, é verdade, que sempre destacou tenistas com o perfil da tcheca. Ao mesmo tempo, é o Slam que tem talvez o grupo mais seleto de campeãs. E nem dá para dizer que Kvitova deu sorte na chave e derrotou uma Cetkovska ou uma Barthel nas rodadas finais. Suas últimas rivais em Londres foram Azarenka e Sharapova.

Derrotar Maria em uma final, por si só, é um feito e tanto. A tcheca sacou bem, atacou o instável serviço da russa e não tremeu quando teve a chance de fechar a porta na cara da adversária. Não é simples como alguém eventualmente pode pensar. É o torneio com mais história, mais mística. É o mais cobiçado pela maioria dos tenistas. É preciso ser muito forte mentalmente para vencer assim.

Kvitova só enfrentou Wozniacki uma vez no ano – em Istambul. Não foi o melhor dos momentos da dinamarquesa, e a tcheca passou por cima. Nenhum demérito para a número 1. Naquela semana, Petra estava imbatível. Impôs seu jogo agressivo desde o primeiro dia e, embora com momentos de inconstância (e quem não os tem na WTA?), não esteve sequer perto de ser derrotada no WTA Championship.

Wimbledon e Istambul já seriam suficientes para uma grande temporada de Kvitova, mas ela ainda tinha algo guardado para seu país. Ela foi a Moscou, venceu dois jogos e conquistou a Fed Cup – com importante ajuda da dupla tcheca, Lucie Hradecka e Kveta Peschke.

Some isso tudo e não há argumentos que justifiquem dar a outra tenista o prêmio de melhor tenista do ano. O mais cobiçado dos Slams, o torneio mais importante da WTA e a competição de maior prestígio entre países. Foi mesmo Petra Kvitova quem mais brilhou em 2011.

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Leonardo Kirche vence um dos jogos mais rápidos da história do tenis 17 minutos isso sem ser por desistência


Em apenas 17 minutos e 38 segundos o brasileiro Leonardo Kirche massacrou o também brasileiro Roggan Gracie convidado que nunca figurou entre torneios ATP ou ITF por 6/1 e 6/0 sendo um dos jogos mais rápidos da história do tênis mundial. Segue algumas estatisticas da partida:

Foram disputador 72 pontos sendo que o Kirche venceu 20 deles.

O Roggan Gracie teve um aproveitamento de 82% do saque porém nos unicos 7 segundos saques que ele deu 3 foram duplas faltas.

Roggan Gracie acertou 3 aces, por isso deve ter conseguido o seu único game na partida.

Bem mais rápido que os jogos de nossas etapas que são disputadas em set único. Sinceramente com um convidado assim até este editor tem chance de ganhar uma partida na ATP!!!

domingo, 18 de dezembro de 2011

RANKING FINAL EM 2011

Nº ATLETA..................TOTAL
1 EMERSON NUNES.............2325
2 CLAITON SILVA.............2225
3 ANDRE CAMARGO.............2140
4 JOSE CARLOS MACIEL........2010
5 TIMOTEO BONOW.............1925
6 EDGAR LANGE JUNIOR........1795
7 PAULO BOEMEKE.............1660
8 EDUARDO RIBEIRO...........1305
9 ANDERSON ROSA.............1190
10 NIRO NORNBERG JUNIOR.....1070
11 GAMALIEL GALARÇA GARCIA..1040
12 JONAS MOREIRA HELLWIG.....610
13 ALEXANDRE FONSECA.........575
14 ANDRIEGO VON LAER.........550
15 CRISTIAN CARVALHO.........370
16 MIGUEL SCHERDIEN..........330
17 GILSON MORALES............310
18 JUAREZ FERNANDO PARODE....180
19 CRISTIANO ALBUQUERQUE.....170

Emerson Nunes vence Etapa de Dezembro e alcança posto de Nº 1 do Ranking em 2011

Emerson Nunes - Foto: José Carlos Maciel



José Carlos Maciel - Foto: Emerson Nunes


Os jogos da Etapa de dezembro de 2011 começaram neste sábado com os jogos do Grupo B, Gamaliel e Francisco não compareceram e perderam por WO. A final do Grupo B foi disputada entre Paulo Boemeke e Niro Nornberg. Paulo Boemeke venceu por 6/1.

Hoje seguiu a disputa da etapa com o Grupo A, conforme já haviam avisado por comentário no blog Timóteo Bonow e Claiton “Kaká” Silva também , infelizmente, não puderam comparecer e a Final foi disputada entre Emerson Nunes X José Carlos Maciel. Emerson venceu pelo placar de 6/4 obtento 220 pontos para o Ranking e alcançando o posto de número 1 no ranking em 2011, José Carlos obteve 210 pontos e fecha o ano em 4º lugar no Ranking. Em breve será divulgado o Ranking Final de 2011.

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Carnê da Etapa de Dezembro de 2011

GRUPO B
Sábado dia 17 de Dezembro de 2011 as 8:30 horas.

SEMI-FINAIS
JOGO 1 – Niro Nornberg X Francisco Canez
JOGO 2 – Gamaliel Garcia X Paulo Boemeke


DECISÃO DO TERCEIRO LUGAR
JOGO 3 – Perdedor do Jogo 1 X Perdedor do Jogo 2


FINAL
JOGO 4 – Vencedor do Jogo 1 X Vencedor do Jogo 2

GRUPO A
Domingo dia 18 de Dezembro de 2011 as 8:30 horas.

SEMI-FINAIS
JOGO 5 – José Carlos Maciel X Timóteo Bonow
JOGO 6 – Emerson Nunes X Claiton “Kaká” Silva


DECISÃO DO TERCEIRO LUGAR
JOGO 7 – Perdedor do Jogo 5 X Perdedor do Jogo 6


FINAL
JOGO 8 – Vencedor do Jogo 5 X Vencedor do Jogo 6

Inscrições Encerradas

As inscrições para Etapa de Dezembro de 2011 estão encerradas. O Carnê está em elaboração e estará em breve no Blog.

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Inscrições e Regulamento da Etapa de Dezembro de 2011

Estão abertas as inscrições da Etapa de Dezembro de 2011.

REGULAMENTO DA ETAPA DE DEZEMBRO DE 2011

Art. 1º - CRONOGRAMA

16/12/2011 (sexta-feira) – até as 12 horas – prazo final para inscrições; divulgação do horário dos jogos;
17/12/2011 (sábado) – disputa dos jogos;
18/12/2011 (domingo) - disputa dos jogos.

Art. 2º - QUEM PODE SE INSCREVER PARA DISPUTAR OS JOGOS:

Para se inscrever basta ser SÓCIO da AABB de Canguçu e comentar esta matéria, confirmando presença e informando nome e sobrenome. Tenistas que ainda não participam do Ranking Informar também data de nascimento.

Art. 3º - FORMATO DA COMPETIÇÃO

§ 1º, Os tenistas serão divididos em grupos de 4 (quatro) participantes cada, distribuídos conforme posição no ranking. Sendo que os 4 (quatro) melhores colocados inscritos formarão o grupo “A”, do 5º (quinto) ao 8º (oitavo) melhor colocado inscrito formarão o Grupo “B” e assim sucessivamente.

Cada grupo terá semi-finais, decisão do terceiro lugar e final.
As semi-finais são disputadas entre cabeça-de-chave 1 contra 2 e 3 contra 4.
Os perdedores das semi-finais disputam o 3º e o 4º lugar.
Os vencedores das semi-finais disputam a final para definir campeão e vice.

§ 2º, Novos tenistas ingressam no último grupo, com definição de cabeça-de-chave por sorteio.

§ 3º, Caso último grupo seja formado por apenas 3 (três) tenistas, o melhor colocado dos três sairá como BYE nas semi-finais. Se perder a final, disputará o segundo lugar com o perdedor da semi-final, se vencer a final é declarado campeão sem a necessidade de um segundo jogo.

§ 4º, Caso tenha somente um tenista para formar o último grupo, este disputará um Qualifying com o tenista que seria o cabeça de chave número 4 (quadro) do penúltimo grupo. O vencedor será o cabeça de chave número 4 (quatro) do penúltimo grupo e o perdedor receberá a pontuação de campeão do último grupo.

§ 5º, Caso último grupo seja formado por apenas 2 (dois) tenistas ele será disputado em jogo único.

Art. 4º - PONTUAÇÃO PARA O RANKING

Disputar o torneio no Grupo A bonifica 200 pontos.
Disputar o torneio no Grupo B bonifica 180 pontos.
Disputar o torneio no Grupo C bonifica 160 pontos.
Disputar o torneio no Grupo D bonifica 140 pontos.
Disputar o torneio no Grupo E bonifica 120 pontos.
Disputar o torneio no Grupo F bonifica 100 pontos.
Disputar o torneio no Grupo G bonifica 80 pontos.

1º colocado ganha 20 pontos + bonificação da Série.
2º colocado ganha 10 pontos + bonificação da Série.
3º colocado ganha 05 pontos + bonificação da Série.
4º colocado ganha 00 pontos + bonificação da Série.

Quem não disputar o torneio não pontua na etapa.

Art. 5º - FORMATO DA DISPUTA ---

01 (um) tie-break set.

Vence quem fechar 6 (seis) games primeiro com margem mínima de 2 (dois) games.

Os games serão disputados com vantagem.

Empate em 6 (seis) games joga-se um tie-break. Vence a partida quem fizer 7 (sete) pontos primeiro com margem mínima de 2 (dois) pontos.

* Aquecimento (físico/com bola) deve ser realizado ANTES da apresentação para jogar e FORA da quadra.

* Os tenistas deverão comparecer na quadra com antecedência ao horário do jogo pré-estabelecido ou conforme seqüencia de jogos pois não haverá tempo de tolerância. Com a presença dos dois tenistas, será realizado o sorteio de quem inicia a partida e o "aquecimento" (na verdade uma ambientação da quadra) com bola de 5 (cinco) minutos.

* Uma vez esgotado o prazo para apresentação com a presença de somente um tenista, este será declarado vencedor do confronto.

Art. 6º - HORÁRIO DOS JOGOS

- Somente o primeiro jogo de cada grupo terá horário definido, os demais jogos serão realizados imediatamente ao término do anterior.

Art. 7º - REGRA PARA TRATAMENTO “MÉDICO”

No caso de um jogador precisar de atendimento, será permitido um tempo de 2 (dois) minutos para avaliação, para ver se a doença-lesão é tratável e mais 3 (três) para tratamento.
Caso o jogador venha precisar de nova parada para atendimento, pelo mesmo sintoma, este deve desistir da partida, para sua própria integridade física e para o bom andamento do torneio.

Art. 8º - PREMIAÇÃO, ARBITRAGEM E MATERIAL ESPORTIVO

Não haverá premiação para esta etapa.
Não haverá juiz para os jogos. Os tenistas deverão entrar em quadra no horário, conforme seqüência de jogos, realizarem seus jogos e informar o resultado à organização do torneio. Qualquer dúvida surgida no decorrer da partida deverá ser resolvida pelos próprios tenistas envolvidos no jogo.
Além de raquete os tenistas deverão levar bolinhas para seus jogos.

Art. 9º - Os casos omissos neste regulamento ficam a critério da organização.

Art. 10º - RESTRIÇÕES DE HORÁRIOS

Será observada as restrições de horários de cada um, conforme postagem juntamente com a inscrição, salienta-se que a informação de restrição não é uma garantia de que o jogo não será colocado naquele horário, mas na medida do possível tenta-se adequar os horários.

Art. 11º - LISTA DE RESERVA OU DE ESPERA

Não haverá lista de espera e/ou de reservas.

Art. 12º - ORGANIZAÇÃO

Emerson Nunes – Diretor do Torneio.

ACE BANDSPORTD


Você que é fã do Tênis e quer ficar por dentro de tudo que está rolando no mundo do Tênis, assista na BANDSPORTS, todas quintas, às 22 horas, o programa Ace Bandsports que é uma revista semanal sobre tênis, com informações sobre torneios e entrevistas.

domingo, 11 de dezembro de 2011

Com US$ 12 milhões em prêmios em 2011, Djokovic bate recorde na ATP

Sérvio venceu três Grand Slams e ultrapassou marcas de Nadal e Federer
Novak Djokovic terminou a temporada como número 1 do mundo (Foto: Getty Images)


Depois do bônus de US$ 1,6 milhão que recebeu por terminar a temporada como número 1 e disputar sete torneios da série Masters 1.000, Novak Djokovic chegou a US$ 12,6 milhões recebidos em 2011 e bateu o recorde dividido por Rafael Nadal e Roger Federer.

O valor, equivalente a cerca de R$ 22,5 milhões, deixa o tenista sérvio, de 24 anos, em quarto lugar na lista de tenistas que mais ganharam dinheiro (em quadra) na história do tênis. Djokovic agora acumula US$ 32,8 milhões. Federer lidera o grupo, com US$ 67,4 milhões, seguido por Nadal (US$ 45 milhões) e Pete Sampras (US$ 43,2 milhões).

O recorde anterior de maior prêmio em dinheiro acumulado durante uma temporada era de US$ 10,1 milhões. Nadal ganhou o montante no ano passado, enquanto Federer o fez em 2007.

sábado, 10 de dezembro de 2011

Campeão em 2010, Juan Carlos Ferrero volta ao Brasil Open em 2012

Espanhol não esteve na Costa do Sauípe este ano, mas vai a São Paulo

Juan Carlos Ferrero não defendeu seu título no Brasil Open este ano, mas voltará ao país para disputar a edição 2012 - a primeira realizada em São Paulo. O tenista espanhol, ex-número 1 do mundo e atual 50º na lista da ATP, teve sua presença confirmada nesta sexta-feira.

O campeão de 2010 se juntará outros nomes de peso, como o também espanhol Fernando Verdasco, o francês Gilles Simon e o argentino David Nalbandian. O Brasil Open será disputado de 13 a 19 de fevereiro, na capital paulista.

- É um prazer voltar a jogar no Brasil. Estou fazendo uma boa pré-temporada e meu objetivo é vencer novamente o Brasil Open. Sei que não será fácil, pois já temos bons jogadores confirmados - afirmou o espanhol, que pretende voltar ao top 20 em 2012.

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

REGRA 18 - FOOT FAULT (FALTA DE PÉ) (Antiga 7 e 8)

Olhando o pessoal batendo bola na quadra, observei que alguns jovens tenistas, bem como alguns mais experientes, cometem repetitivamente falta quando estão sacando, pois pisam na linha durante a execução do saque.


Se isso acontecer durante um jogo arbitrado, um bom serviço ou mesmo um ace se transformará numa falta.

REGRA 18 - FOOT FAULT (FALTA DE PÉ) (Antiga 7 e 8)

O sacador, durante a execução do serviço não poderá:

a) Mudar a sua posição andando ou correndo. Pequenos movimentos dos pés são permitidos; ou
b) Tocar a linha de base da quadra com qualquer pé; ou
c) Tocar a área fora da linha lateral imaginária da extensão da quadra com qualquer pé; ou
d) Tocar a extensão imaginária da marca central com qualquer pé.

Se o sacador quebra esta regra é um “Foot Fault”

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

COMUNICADO IMPORTANTE

Quinta – feira, dia 01 de dezembro de 2011, o Presidente da AABB Ricardo Porto marcou uma reunião comigo na AABB, esteve presente também o Andriego Von Laer. O presidente relatou que estava lendo no blog as últimas inscrições para os torneios e observou que mesmo o Regulamento prevendo que para se inscrever tem que ser sócio da AABB, alguns tenistas estavam se inscrevendo mesmo sem ser sócios e/ou sem convite (wild card).

Ficou decidido que nas próximas etapas, antes da elaboração do carnê, a secretária da AABB vai deferir ou indeferir as inscrições.

Os não-sócios que desejarem DISPUTAR OS TORNEIOS ou TREINAREM na quadra da AABB devem providenciar o mais rápido possível sua associação na AABB.

Lamento o ocorrido, pois não sei quem é, e quem não é, sócio e organizo as etapas confiando na sinceridade dos amigos tenistas e na observação do regulamento no ato da inscrição.

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Pequeno Glossário de Tênis


Ace – Saque que o recebedor não consegue tocar na bola.

Approach – Qualquer golpe dado no fundo de quadra com o objetivo de se aproximar da rede para executar o voleio.

ATP – Sigla da associação masculina de tênis profissional (Association of Tennis Professionals).

Backhand – Golpe com a parte posterior da mão (dorso) voltada para frente.

Break Point – Ponto que favorece o recebedor e assim pode conduzir à quebra de saque.

Backspin – Efeito que causa rotação da bola, para trás.

Bye – Passagem direto para a segunda rodada de um torneio.Isto acontece quando não há jogadores suficientes, sendo bye os melhores ranqueados.

CBT – Confederação Brasileira de Tênis.

Challenger – Torneio cuja premiação vai de US$ 50 mil a US$ 125 mil e dão no máximo 100 pontos para o campeão.

Championship Serie – Torneio que dá prêmio de US$ 626 mil a US$ 1,37 milhão e dão até 320 pontos ao campeão.

Chip – Um golpe curto e angulado, executado geralmente com slice executado como resposta de saque.

Chop – Golpe executado do lado direito, após a bola quicar no chão, com efeito backpsin.

Deuce – Palavra de origem francesa, que significa igualdade no placar de um game depois que ele atinge 40 a 40. No Brasil, utiliza–se “iguais”.

Drill – Em uma aula de tênis, exercícios em que o professor coloca bolas em locais pré-determinados, para que o aluno aperfeiçoe um golpe ou ensaie muitas vezes uma jogada completa.

Drive – O golpe mais freqüente. Golpear a bola após quicar no chão.

Drop Shot – Golpe curto, com efeito backspin.

Follow Through – Terminação, o movimento que o braço que segura a raquete descreve após o contato com a bola.

Foot Fault – Falta cometida com os pés durante a execução de saque.

Forehand – Golpe com a palma da mão para frente.

Future – Refere-se a um torneio profissional masculino com premiação até 15 mil dólares.

Game – É a unidade de um set. Para se conseguir um “game” são necessários pelo menos quatro pontos contados assim; 15, 30, 40 e game.

Game Point – O ponto que pode definir o game, caso o jogador que está á sua frente o vença. (O mesmo que Set-Point).

Grand Slam – Os quatro torneios abertos mais importantes do tênis : Austrália (Austrália Open), França (Roland Garros), Inglaterra (Winbledon) e Estados Unidos (US Open). Ganhar o Grand Slam quer dizer: ganhar os quatro torneios em um só ano. Os únicos que conseguiram tal proeza foram: o norte-americano Donald Budge em 1938; o australiano Rodney Laver em 1963 e 1969; a norte-americana Maureen Connoly em 1953; a australiana Margaret Smith Court em 1970 e a alemã Steffi Graf em 1988.

Half-Volley – (bate-pronto) Golpe logo após a bola no chão.

Let – Uma bola sacada que toca a rede e cai na área apropriada. Então o saque é feito de novo, sem penalidades. Também qualquer golpe que não é contado, mas jogado de novo (a regra “let” prevê que se jogue de novo o ponto quando qualquer objeto estranho ao jogo entre na pare interna ou externa da quadra.

Lift – Efeito que causa rotação lateral da bola.

Lob Defensive – Golpe que passa acima do adversário, com efeito backspin.

Lob Ofensive – Golpe que passa acima do adversário, com efeito topspin.

Lucky Loser – Tenista eliminado na etapa qualificação, mas que ganha o direito de entrar na chave principal pela desistência de algum competidor.

Match Point – Ponto decisivo de uma partida.

Master Series – Nome dado à série dos nove maiores torneios organizados atualmente pela Associação Masculina de Tênis (ATP).

Net – Expressão utilizada para indicar que o saque resvalou na fita. Caso a bola toque a fita e caia no campo de saque, haverá um “let“ ou seja, o saque será repetido.

Overgrip – Acessório feito de material absorvente e emborrachado para ser colocado por cima do grip original da raquete, com objetivo de proporcionar uma pegada mais firme e mais confortável.

Out –Termo em inglês para designar que a bola foi lançada fora das marcas válidas da quadra .

Over Rule – Prerrogativa exclusiva do árbitro de cadeira para mudar a decisão de um juiz de linha, sobre uma bola fora ou dentro.

Passing Shot – Golpe de drive que passa pelo adversário, sem que ele consiga tocar na bola.

Qualifying – O mesmo que qualificação. Diz–se de uma competição preliminar, realizada com o objetivo de selecionar jogadores para o torneio principal.

Rally – Longa troca de bolas.

Ranking – Qualquer sistema matemático que pretenda classificar jogadores ou equipes.

Set – É a série de games, que compõe uma partida. A contagem mínima de um set é de seis games.

Set Point – Ponto decisivo de um set.

Set Profissional – Um set que termina quando um dos jogadores vence 09 games. Se a contagem estiver empatada em 8 a 8, é disputada um tie-break.

Sidespin – Efeito dado na lateral da bola, provocando uma parábola na sua trajetória.

Slice – Golpe executado do lado esquerdo, após a bola quicar no chão, com efeito backspin.

Smash – Golpe acima da cabeça.

Spin – Significa giro, rotação: é usado em relação ao efeito do golpe sobre a bola.

Swing Volley – Golpe executado antes que a bola toque no chão, com efeito topspin.

Tennis-Elbow – Habitual, dolorosa e perigosa contusão que atinge o cotovelo de tenistas, provocada pela inflamação do tendão .

Tié-Break – Série de pontos disputados para decidir o vencedor de um set no qual os jogadores estão empatados em seis jogos. O primeiro jogador que consegue ganhar sete pontos, mantendo uma vantagem de dois, pelo menos, sobre seu adversário, ganha o tie break e conseqüentemente o set.

Time – Termo usado pelo juiz de cadeira para indicar que o tempo de descanso dos jogadores acabou.

Topspin – Efeito que causa rotação da bola, para frente.

Top Ten – Termo usado para designar os 10 melhores de um ranking.

Underspin – Efeito dado por baixo da bola, o que a faz quicar mais baixo ao tocar o chão.

Volley – (voleio) Golpe executado antes que a bola toque no chão, com efeito backspin.

Wild Card – Convite feito a qualquer jogador para que ele participe de um torneio.

Winner – Golpe que o adversário não consegue tocar na bola.

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

NADAL DANÇA "AI SE EU TE PEGO" DE MICHEL TELÓ NA COMEMORAÇÃO DA DAVIS

No começo da semana, os jornais espanhóis revelaram que uma das músicas preferidas da Armada espanhola na Copa Davis era “Ai se eu te pego”, de Michel Teló. A prova está no vídeo abaixo. Deem uma olhada na comemoração pelo título conquistado neste domingo.


video

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Hidratação é fundamental no tênis

Por Dra. Camila Homsi.


O tênis é um esporte que reúne uma série de fatores que podem levar à desidratação e suas conseqüências (aumento da temperatura corporal e da freqüência cardíaca, queda no desempenho, câimbras). A exposição ao sol, os horários quentes, a longa duração dos jogos e a alta intensidade do esporte são uma combinação que desafia o mecanismo de regulação térmica.

O suor é uma resposta fisiológica que tem a função de limitar o aumento de temperatura. Mas o volume de suor necessário para dissipar o calor produzido pelo exercício intenso do tênis e pelas altas temperaturas pode resultar em grande perda de água e eletrólitos que nem sempre é compensada pela ingestão de líquidos. Tenistas podem suar até 3 litros por hora, fazendo com que o volume de líquido a ser reposto seja muito grande se considerarmos os pequenos intervalos do esporte.

Quando a reposição não é eficiente
Quando a reposição de líquidos for menor ou mais lenta que a perda hídrica, o atleta caminha para um processo de desidratação e, consequentemente, aumento da temperatura corporal. Cada perda de 1% do peso corporal resulta em um aumento de temperatura de 0,1 a 0,4ºC. Veja como a desidratação prejudica o desempenho no tênis:
Perda de água referente a até 2% do peso corporal = fadiga precoce
Perda de água referente a 5% do peso corporal = diminuição de 30% no desempenho esportivo

A sede é um bom indicador?
Alguns estudos apontam que a hidratação voluntária (aquela que fazemos de acordo com nossa sede) não repõe todo o líquido perdido e, portanto não é um estímulo suficiente para evitar a desidratação em ambientes quentes, principalmente quando é feita exclusivamente com água, que leva ao desaparecimento precoce da sensação de sede.

Cuidado com o excesso!
Por outro lado, é importante entender que o excesso da ingestão de líquidos (maior que a taxa de suor) deve ser evitado, pois além de gerar indisposição gastrointestinal, também pode comprometer o desempenho e a saúde devido à hiponatremia (baixa concentração de sódio no sangue em função da ingestão excessiva de bebidas com baixo teor de sódio).

Hidratação na medida certa
Existem debates sobre o melhor tipo de bebida a ser ingerida durante a prática/competição de tênis. A ingestão de isotônicos (bebidas com carboidrato e sódio) tem apresentado algumas vantagens como a manutenção da glicemia, menor índice de percepção de esforço, melhor e mais rápida absorção do fluido. Entretanto, eles só são recomendados se o treino ou a partida durarem mais de 90 minutos.

Com relação às quantidades a serem ingeridas para uma hidratação eficiente e saudável, o ideal é que seja feita uma equação de perda hídrica (taxa de sudorese) durante o treino rotineiro para a determinação da melhor estratégia de reposição de líquidos:

(PESO INCIAL – PESO FINAL) + INGESTÃO HÍDRICA NO TREINO (litros) divididos pela
TEMPO DE ATIVIDADE (minutos)

O quadro abaixo mostra recomendações para uma boa hidratação, mas lembre-se: a reposição ideal deve ser individualizada, constantemente monitorada!

Duas horas antes do tênis - 250-500 ml de líquido
Durante o tênis - 500-2000 ml por hora (variação conforme a taxa de sudorese) em intervalos de 20 minutos
Após o tênis - Ingestão contínua para reposição do volume igual ou 1,5X superior à perda pelo suor.




Dra. Camila Homsi é nutricionista clínica e esportiva graduada em nutrição pelo Centro Universitário São Camilo, graduada em marketing pela ESPM e pós graduanda em Fisiologia do Exercício pela UNIFESP. Atualmente atende em consultório particular e presta suporte nutricional para tenistas recreativos e competitivos.

domingo, 4 de dezembro de 2011

ESPANHA É CAMPEÃ DA COPA DAVIS 2011




Num dos melhores jogos do ano, com quase 5 horas de duração, Nadal vence Del Potro por 1/6, 6/4, 6/1 e 7/6(0) no quarto jogo da final entre Espanha e Argentina e dá o Penta da Copa Davis para a Espanha.

tênis na TV

Final da Copa Davis na SPORTV2 - 10:00 horas.

ESPANHA X ARGENTINA

Rafael Nadal e Juan Martín del Potro.
David Ferrer e Juan Mónaco.

A imprensa argentina, no entanto, relata que Nalbandian deve ser escalado no lugar do compatriota.
O confronto está 2X1 para a ESpanha que só precisa de uma vitória para sagrar-se Campeã.

RANKING ATP MASCULINDO DE SIMPLES ATUALIZADO EM 28/11/2011

1 Novak Djokovic (SRB) 13675
2 Rafael Nadal (ESP) 9575
3 Roger Federer (SUI) 8170
4 Andy Murray (GBR) 7380
5 David Ferrer (ESP) 4880
6 Jo-Wilfred Tsonga (FRA) 4335
7 Tomas Berdych (CZE) 3700
8 Mardy Fish (EUA) 2965
9 Janko Tipsarevic (SRB) 2595
10 Nicolas Almagro (ESP) 2380
11 Juan Martin Del Potro (ARG) 2315
12 Gilles Simon (FRA) 2165
13 Robin Soderling (SUE) 2120
14 Andy Roddick (EUA) 1940
15 Gael Monfils (FRA) 1935
16 Alekxandr Dolgopolov Jr. (UCR) 1925
17 Stanislas Wawrinka (SUI) 1820
18 John Isner (EUA) 1800
19 Richard Gasquet (FRA) 1765
20 Feliciano Lopez (ESP) 1755
21 Viktor Troicki (SRB) 1730
22 Marin Cilic (CRO) 1665
23 Florian Mayer (ALE) 1630
24 Fernando Verdasco (ESP) 1550
25 Kei Nishikori (JPN) 1430
26 Juan Monaco (ARG) 1335
27 Marcel Granollers (ESP) 1335
28 Radek Stepanek (CZE) 1275
29 Juan Ignacio Chela (ARG) 1270
30 Ivan Ljubicic (CRO) 1270
31 Milos Raonic (CAN) 1255
32 Kevin Anderson (AFS) 1235
33 Jurgen Melzer (AUT) 1170
34 Alex Bogomolov Jr. (EUA) 1135
35 Mikhail Youzhny (RUS) 1105
36 Ivan Dodig (CRO) 1065
37 Thomaz Bellucci (BRA) 1060
38 Andreas Seppi (ITA) 1015
39 Donald Young (EUA) 1004
40 Dmitry Tursunov (RUS) 988
41 Nikolay Davydenko (RUS) 980
42 Bernard Tomic (AUS) 970
43 Philipp Kohlschreiber (ALE) 960
44 Marcos Baghdatis (CYP) 940
45 Robin Haase (HOL) 926
46 Pablo Andujar (ESP) 920
47 Michael Llodra (FRA) 915
48 Fabio Fognini (ITA) 915
49 Xavier Malisse (BEL) 910
50 Juan Carlos Ferrero (ESP) 910
51 Tommy Robredo (ESP) 905
52 Julien Benneteau (FRA) 900
53 Albert Montanes (ESP) 895
54 Gilles Muller (LUX) 893
55 Santiago Giraldo (COL) 890
56 Ivo Karlovic (CRO) 867
57 Lukasz Kubot (POL) 828
58 Potito Starace (ITA) 825
59 James Blake (EUA) 819
60 Carlos Berlocq (ARG) 801
61 Ernests Gulbis (LET) 785
62 Sergiy Stakhovsky (UCR) 780
63 Philipp Petzschner (ALE) 780
64 David Nalbandian (ARG) 760
65 Guillermo Garcia Lopez (ESP) 755
66 Albert Ramos (ESP) 709
67 Olivier Rochus (BEL) 704
68 Rui Machado (POR) 698
69 Filippo Volandri (ITA) 696
70 Lukas Rosol (CZE) 693
71 Igor Kunitsyn (RUS) 692
72 Ryan Sweeting (EUA) 690
73 Denis Istomin (UZB) 681
74 Alejandro Falla (COL) 671
75 Flávio Cipolla (ITA) 669
76 Grigor Dimitrov (BUL) 666
77 Jarkko Nieminen (FIN) 666
78 Leonardo Mayer (ARG) 659
79 Ryan Harrison (EUA) 658
80 Nicolas Mahut (FRA) 653
81 Cedrik-Marcel Stebe (ALE) 652
82 Yen-Hsun Lu (TPE) 651
83 Dudi Sela (ISR) 640
84 Somdev Devvarman (IND) 631
85 Ricardo Mello (BRA) 630
86 Matthew Ebden (AUS) 630
87 Adrian Mannarino (FRA) 648
88 Steve Darcis (BEL) 622
89 Pere Riba (ESP) 612
90 Victor Hanescu (ROM) 600
91 Mikhail Kukushkin (CAZ) 598
92 Blaz Kavcic (SLO) 590
93 Sam Querrey (EUA) 589
94 Matthias Bachinger (ALE) 587
95 Benoit Paire (FRA) 586
96 Tobias Kamke (ALE) 582
97 Eric Prodon (FRA) 581
98 Andreas Beck (ALE) 580
99 Michael Russell (EUA) 577
100 Michael Berrer (ALE) 567

sábado, 3 de dezembro de 2011

Espanha vai vencendo Argentina na final da Copas Davis

Rafael Nadal não perdoou o amigo Juan Mónaco (Foto: Agência Reuters)


Fora da quadra, Rafael Nadal e Juan Mónaco batem papo, se abraçam e se divertem jogando futebol no videogame. A amizade, porém, não poupou o argentino de um massacre nesta sexta-feira, em Sevilha, no primeiro jogo da final da Copa Davis. Dando mais um show no saibro, Nadal fez 6/1, 6/1 e 6/2 e abriu o confronto diante da Argentina com um ponto para o time da casa.
David Ferrer festeja a sofrida vitória que deixa a Espanha

a uma vitória do título da Davis (Foto: Reuters)


Pouco depois Ferrer virou jogo de 4h43m sobr Del Potro e deixou a Copa Davis perto da Espanha. Os donos da casa abriram 2 a 0 no primeiro dia de disputas e só precisam de uma vitória nos próximos jogos para conquistarem a Copa Davis mais uma vez.

Nalbandian (de costas) e Schwank se abraçam
no fim do jogo deste sábado (Foto: Getty Images)


Porém neste sábado o Vice-campeão da Copa Davis duas vezes, David Nalbandian manteve vivo o sonho de levantar a taça mais famosa do tênis. Em dupla com Eduardo Schwank, o ex-top 10 brilhou com ótimas devoluções e voleios difíceis para dar à Argentina o primeiro ponto na final deste ano. Por 6/4, 6/2 e 6/3, os hermanos bateram os instáveis Feliciano López e Fernando Verdasco.
Com o resultado, a série melhor de cinco agora tem no placar 2 a 1 para a Espanha. Os donos da casa só precisam de uma vitória para levantar o troféu pela quinta vez na história. A decisão pode ser já no primeiro jogo deste domingo, entre Rafael Nadal e Juan Martín del Potro. O espanhol, que tem 19 vitórias seguidas na Davis e nunca perdeu um jogo no saibro na competição, entra com status de favorito. O jogo está marcado para começar às 10h (de Brasília).
Se Del Potro surpreender o atual número 2 do mundo, a decisão será no quinto e último jogo, entre David Ferrer e Juan Mónaco. A imprensa argentina, no entanto, relata que Nalbandian deve ser escalado no lugar do compatriota.

O jogo deste sábado foi dominado pela dupla argentina desde os games iniciais. Com Nalbandian se movimentando bastante junto à rede e executando voleios improváveis e precisos, a dupla visitante conseguiu a primeira quebra no saque de Feliciano López, no quinto game, e não cedeu um break point depois. Por 6/4, os sul-americanos venceram a parcial.

O segundo set foi ainda mais tranquilo. Com seguidos erros de Verdasco, os argentinos quebraram logo no primeiro game. O único susto veio no segundo, quando os espanhóis tiveram sua única chance de quebra da parcial. Nalbandian, no entanto, disparou um ace e calou a torcida local.
Outra quebra, agora no saque de López, deixou os argentinos com 3/0 de dianteira. Nalbandian e Schwank dispararam na frente e fecharam em 6/2.

O time espanhol oscilava demais e pagava caro. No primeiro game do terceiro set, López cometeu uma dupla falta no break point e perdeu o serviço. Nalbandian seguia dando seu show, mas errou um voleio no sexto game e cedeu um break point. Novamente, disparou um ace e se salvou. Schwank também falhou junto à rede e cedeu outra chance de quebra. Como fez antes, Nalbandian evitou a quebra com um belo primeiro saque, que López não conseguiu devolver.

Foi a última oportunidade da dupla espanhola. No nono game, graças a um belo game de Schwank, a Argentina conseguiu mais uma quebra e selou a vitória com um 6/3. Como pedia a animada torcida sul-americana em Sevilha, o sentimento não parou.

HUMOR

PIADA DO TENISTA QUE MORREU

Dois tenistas, muito amigos desde a infância, fizeram um pacto de vida e morte. O primeiro que morresse deveria voltar em espírito para dizer como era a vida lá no céu, já que ambos tinham muito bom caráter, por nunca terem roubado um ponto sequer ou cometido qualquer falta nas quadras. Um deles desencarnou, como dizem os espíritas, e logo veio contar as novidades dizendo o seguinte: “tenho duas notícias para lhe dar – a primeira muito boa, é que lá em cima as quadras são ótimas, ao contrário do nosso clube que jogávamos . Ademais, disse o tenista morto, lá a gente pode escolher o tipo de quadra que deseja (saibro, grama, cimento, etc.). E a segunda notícia qual é? Perguntou o tenista vivo. Aí veio a bomba: Você está escalado pra formar dupla comigo no torneio que será iniciado no próximo domingo.

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

David Nalbandian é o terceiro nome de peso no Brasil Open 2012

A organização do Brasil Open confirmou, nesta quinta-feira, o argentino David Nalbandian como atração do torneio, que será disputado pela primeira vez em São Paulo, de 13 a 19 de fevereiro. O ex-top 10 e atual número 64 do mundo se juntará ao espanhol Fernando Verdasco e ao francês Gilles Simon, atrações já anunciadas no ATP brasileiro.

Nalbandian disputará o torneio pela primeira vez na carreira. Em 11 anos como profissional, o tenista argentino já conquistou 11 títulos. O mais importante deles foi o ATP Finals de 2005, quando derrotou Roger Federer de virada em cinco sets. Nalbandian também já foi vice-campeão da Copa Davis em 2006 e 2008.

A partir desta sexta-feira, Nalbandian, que tem 29 anos, tenta pela terceira vez levantar a Copa Davis, troféu que mais almeja atualmente. Ele e a Argentina duelam com a Espanha, que joga em casa, na cidade de Sevilha. O duelo será disputado em quadra de saibro.

Federer derrota Tsonga e leva ATP Finals

O suíço Roger Federer, defensor do título, venceu o francês Jo-Wilfried Tsonga, por 6-3, 6-7 (6/8) e 6-3, e conquistou neste domingo, em Londres, o ATP Finals pela sexta-vez.
Com o título, Federer volta à terceira posição do ranking da ATP, passado o britânico Andy Murray.
Ao comemorar o 70º título em 100 finais disputadas, o suíço revelou que não poderia haver maior felicidade do que “terminar a temporada desta maneira”.
“Estou exausto, Jo me fez gastar todas as energias que restavam. Acredito que tivemos uma partida incrível (…). Espero ter outra oportunidade no próximo ano”, destacou Federer.
Tsonga admitiu que contra o suíço fica “difícil” vencer: “talvez sem Roger pudesse conseguir algum título, mas ele estava aqui e é o melhor”.
O francês foi um adversário duro para Federer, e quando tudo parecia indicar uma vitória fácil, Tsonga reagiu no segundo set, quebrando o serviço decisivo do suíço em 5-4, para fechar a parcial no “tie break” salvando um “match point”.
No set final, Federer fez valer sua maior experiência e liquidou a fatura com um convincente 6-3.
Ao conquistar seu sexto ATP Finals com 30 anos, Federer se torna o jogador mais velho a levar o título. Tsonga, 26 anos, jamais venceu este torneio, que reúne os oito melhores tenistas da temporada.
Mais cedo, Max Mirnyi, da Belarus, e Daniel Nestor, do Canadá, venceram a final de duplas contra os poloneses Fyrstenberg e Marcin Matkowski, por 7-5 e 6-3.
- ATP Finals de Londres -
- Simples/Final -
Roger Federer (SUI/N.4) x Jo-Wilfried Tsonga (FRA/N.6) 6-3, 6-7 (6/8), 6-3
- Duplas/Final -
Maxim Mirnyi/Daniel Nestor (CAN) x Mariusz Fyrstenberg/Marcin Matkowski (POL) 7-5, 6-3

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Gilles Simon e Fernando Verdasco confirmam presença no Brasil Open 2012

Atual número 12 do mundo, o francês Gilles Simon (foto acima) é o segundo nome confirmado para o Brasil Open 2012, que acontece de 11 a 19 de fevereiro, em São Paulo.

São Paulo (SP) – Depois da confirmação da presença do espanhol Fernando Verdasco no Brasil Open 2012, na semana passada, a Koch Tavares, promotora do evento, anunciou nesta terça-feira mais um nome de peso para a disputa do principal torneio de tênis do país, que acontece de 11 a 19 de fevereiro, no Complexo Desportivo Constâncio Vaz Guimarães. Trata-se do francês Gilles Simon, 12º do mundo, que participa pela primeira vez do Brasil Open.

Dono de nove títulos na carreira – Bucareste (2), Marselha, Indianápolis, Casablanca, Bancoc, Metz, Hamburgo e Sidney, Simon, de 26 anos, é – ao lado de Verdasco (foto abaixo) (24º) – uma das grandes atrações do Brasil Open 2012, que nos próximos dias divulgará mais novidades para a realização inédita em São Paulo.

Simon teve sua melhor temporada em 2008, quando conquistou três títulos (Bucareste, Marselha e Indianápolis) e o vice no Masters de Madri e vitórias sobre Roger Federer e Rafael Nadal. Os bons resultados lhe renderam a sexta posição no ranking mundial logo no início de 2009. Na atual temporada, os títulos de Sidney e Hamburgo o levaram da 41ª para a 12ª posição.
O Brasil Open 2012 tem o patrocínio principal de Gillette, com co-patrocínio do Governo do Estado de São Paulo, Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude, Prefeitura de São Paulo, Secretaria de Esportes, Lazer e Recreação, Asics, Centauro e Volkswagen e apoios Casillero del Diablo, Artefacto, by Kamy e Babolat. A realização é da Associação dos Tenistas Profissionais e Confederação Brasileira de Tênis. A promotora é a Koch Tavares.













Tsonga teve casa roubada enquanto perdia para Federer no ATP Finals


Enquanto era derrotado por Roger Federer na decisão do ATP Finals, em Londres, Jo-Wilfried Tsonga sofria outra perda a milhares de quilômetros dali. Durante a partida, a casa do francês na Suíça foi roubada, segundo informações do jornal “Le Matin”, nesta quarta. O prejuízo do número 6 do mundo não foi divulgado.

De acordo com a publicação, Tsonga afirmou que espera “reconhecer sua casa” quando retornar à Suíça. O alarme tocou até a manhã de segunda-feira, quando foi ouvido por um vizinho do francês, que ligou para a polícia.

Tsonga mora em Gingins, uma vila próxima à fronteira da Suíça com a França, desde 2009. A casa de Tsonga tem cerca de 200m².

Novak Djokovic fará ponta no filme 'Mercenários 2', com Stallone




Em montagem, Djokovic entre os astros de 'Mercenários 2' (Editoria de Arte / GLOBOESPORTE.COM)Entre os nomes de peso que participaram de "Mercenários" e voltam para a sequência

Novak Djokovic, número 1 do tênis, fará uma ponta no filme "Mercenários 2", de Sylvester Stallone. O tenista número 1 do mundo aceitou o convite do produtor Avi Larner e se juntará em breve ao elenco, que está gravando na Bulgária. O nome do sérvio já aparece na lista de novos atores do site do filme, que também tem como novidades Jean-Claude Van Damme e Chuck Norris.

Entre os nomes de peso que participaram de "Mercenários" e voltam para a sequência estão Jason Statham, Arnold Schwarzenegger, Jet Li, Bruce Willis, Randy Couture, Dolph Lundgren e Terry Crews. O filme, escrito e estrelado por Stallone e dirigido por Simon West, está previsto para estrear em agosto de 2012 nos Estados Unidos.